"A educação Waldorf não é um sistema, mas uma arte: a arte de despertar o que realmente está dentro do ser humano." - Rudolf Steiner

O MUNDO É BELO

Imaginação, 
admiração e
criatividade

Para iniciarmos um processo de aprofundamento de nossa relação de conhecimento, preencha um breve formulário de interesse que se encontra no link acima.

Essa etapa é muito importante para que sua jornada de transformação seja rica de conteúdo e conhecimento sobre a pedagogia Waldorf. Como essa fase é de um processo personalizado, se tiver interesse destinado para mais de um filho, solicitamos o preenchimento para cada um deles.

Toda criança no ensino fundamental carrega em si, latente, a pergunta: vale a pena estar no mundo? A resposta que ela espera é: Vale! Vale a pena, pois o mundo é belo!

Como a escola pode atender a essa expectativa intrínseca? Apresentando à criança, por meio da mirada sobre o mundo que cada disciplina curricular oferece, a beleza que nele vive. Como fazê-lo? Colocando em prática a arte de educar, ou seja, transformando cada aula em uma obra de arte. Para tal, o professor lança mão dos conhecimentos sobre os conteúdos que serão apresentados e, principalmente, coloca em prática a compreensão amorosa de quem é cada criança a quem serão desvelados, de forma didática e variada.

Na escola Waldorf, é dessa maneira que os temas escolares chegam aos alunos do Ensino Fundamental. Por meio de narrativas cuidadosamente preparadas e de vivências significativas, é estimulada a vontade de conviver, de aprender, e de ser. Os saberes do mundo, relacionados com o ser humano, cultivam a autoestima, o amor ao próximo e o respeito pela natureza.

No currículo, às disciplinas que todos conhecemos, como português, matemática, geografia, história, ciências, educação física, somam-se a música, as artes plásticas, os trabalhos manuais, as artes aplicadas – com argila e madeira, a euritmia, a dramaturgia, a jardinagem, todas convivendo e enriquecendo-se mutuamente.

Apresentações artísticas para a comunidade escolar, peças de teatro, viagens de estudo fazem parte do currículo, promovendo o entretecer das diversas matérias, desenvolvendo a criatividade e ampliando a visão de mundo, aprofundando e coroando um processo vívido de aprendizagem.

O professor de classe e as épocas

O professor de classe é aquele que rege uma classe e leciona a ela todas as matérias as quais está apto a ministrar, acompanhando a mesma turma diariamente ao longo dos anos do Ensino Fundamental. A formação desse profissional tem duração mínima de 7 anos, entre habilitação e curso de pós-graduação específico em pedagogia Waldorf , exigências mínimas para exercer a função. Tal formação deve ser continuamente aperfeiçoada por meio da participação ativa na gestão da escola e em grupos de estudos, cursos de aprofundamento e congressos.

Além de ministrar as aulas sob sua responsabilidade, ele também fomenta o elo entre as famílias da classe, promovendo e incentivando o vínculo e a amizade no grupo por meio de atividades coletivas, encontros, mutirões e apresentações. Cabem-lhe a organização de reuniões periódicas de classe e reuniões individuais com a família de cada aluno, com o objetivo de garantir o acompanhamento do trabalho pedagógico e do desenvolvimento de seus filhos.

As matérias básicas são lecionadas em épocas – módulos temáticos com duração aproximada de quatro semanas. Nelas, de forma focada e intensiva, os alunos se envolvem todos os dias em estudos de uma mesma matéria, realizando um mergulho profundo e abrangente em seus conteúdos. Interesse por aprender e o aproveitamento integrado de conhecimentos são frutos dessa metodologia.

Uma arte do movimento

A Euritmia é uma arte do movimento desenvolvida por Rudolf Steiner em que música e poesia ou prosa se tornam visíveis em gestos e coreografias.

Trabalhando sempre com obras de arte da Literatura e da Música, a Euritmia acompanha a criança da Educação Infantil ao Ensino Médio da Escola Waldorf, contribuindo para o seu desenvolvimento.

Música

As aulas de música têm início no 1º ano do Ensino Fundamental, quando é introduzida a flauta doce soprano. No 3º ano escolar, todos os alunos realizam vivências com instrumentos de corda – violino, viola, violoncelo, e uma pequena orquestra começa a se formar. A partir do 6º ano, o aluno tem a chance de optar por participar da Orquestra do Ensino Fundamental e, posteriormente, da Orquestra do Ensino Médio.

Avaliação

No Ensino Fundamental, os alunos são acompanhados diariamente pelos professores, sendo observados seus progressos e desafios, avaliados em aspectos como participação nas aulas, organização, assiduidade, interesse e envolvimento nas aulas e atividades propostas. As atitudes em grupo, o cuidado com o ambiente da sala de aula e apresentações feitas ao longo do ano também compõem o processo avaliativo.

Ao longo do ano, os pais e responsáveis reúnem-se periodicamente com o professor de classe com o intuito de atualização das conquistas realizadas e de aspectos a aprimorar.

Ao final do ano letivo, o progresso das crianças é descrito no Boletim Anual, contendo um panorama construtivo sobre sua evolução sócio-educacional, com aspectos do aproveitamento escolar referentes a habilidades cognitivas, sociais e características como perseverança, interesse, automotivação e força de vontade. Assim, busca-se criar, com a parceria escola-família, uma imagem geral do desenvolvimento da criança ao longo do ano letivo, e também apontar metas a serem atingidas no futuro.

O 9º ano

A legislação atual inclui o 9º ano escolar no Ensino Fundamental. Na escola Waldorf esta série é considerada um ano de transição, e passa a seguir a grade de horários e atividades do Ensino Médio, dando chance ao aluno para que se adapte às mudanças dessa nova etapa escolar. O professor de classe encerra seu ciclo com a classe no 8º ano e agora os alunos passam a ter como referência um professor tutor, responsável por dar suporte à nova etapa da classe.